Luz Azul: Condomínio mais seguro com baixo custo

  • Por Secovi Rio -


A segurança do condomínio é um dever de todos: síndicos, moradores e empregados. Além do treinamento dos porteiros, que pode fazer toda a diferença, e das orientações aos condôminos para que evitem situações de risco, a tecnologia é fundamental para a redução das vulnerabilidades. O projeto Luz Azul, do Secovi Rio em parceria com a empresa Venses Tecnologia – que consiste na instalação de câmeras de vigilância voltadas para a rua, identificadas com uma luz azul, com imagens compartilhadas com os órgãos de Segurança Pública –, é o mais novo aliado dos condomínios. E o melhor, com baixo custo.

O condomínio que aderir precisará investir mensalmente R$ 340 por câmera, caso opte por alugar o equipamento. O preço engloba manutenção, a gravação das imagens e o armazenamento por 30 dias na nuvem. Se o usuário já tiver as câmeras, o custo do serviço sai a R$ 220 mensais. Os condomínios em dia com as contribuições ao Secovi Rio terão 15% de desconto. Num edifício com 100 salas comerciais, o valor seria de apenas R$ 3,40 por condômino ao mês.

Além do baixo custo, a tecnologia é grande diferencial, garante Antonio Carlos de Souza, diretor da Venses Technology, parceira do Secovi Rio no projeto. “O Sistema Luz Azul funciona com câmeras que não precisam de uma largura de banda alta para upload. É possível instalar uma câmera (720 pixels) dentro de 300 Kbps de upload, ou seja, não há impacto sobre seu pacote de dados”, afirma ele, ratificando que as gravações e o software ficam hospedados e operam dentro da nuvem da Microsoft (Azure).

Quer saber tudo sobre o Luz Azul?

Veja aqui a reportagem completa da edição nº 112 da Revista Secovi Rio.

Ou clique aqui e veja a landing page do projeto.