Mercado imobiliário no Rio de Janeiro e São Paulo apresentam resultados positivos

  • Por Secovi Rio -


O setor imobiliário registrou aumento nas vendas, no acumulado dos últimos 12 meses até julho, de 11%, quando comparado ao período imediatamente anterior. O levantamento é da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias feita em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas.

Os lançamentos também registraram saldo positivo, com uma alta de 14,6% no acumulado dos últimos 12 meses até julho em comparação com os 12 meses imediatamente anteriores.

Dados da Embraesp apontam que a cidade de São Paulo registrou aumento de 25% no número de lançamentos do setor de novos empreendimentos em julho, quando comparado com o mesmo mês do ano passado.

Já no Rio de Janeiro, somente no primeiro semestre de 2019, por exemplo, a quantidade de lançamentos já é a maior dos últimos cinco anos.

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella sancionou, neste ano, uma lei que permite a construção de apartamentos pequenos, com tamanho mínimo de 25 metros quadrados. A alteração no Código de Obras não inclui a Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes, Vargem Grande e Ilha do Governador.

O sócio e CEO de uma incorporadora e construtora, Henrique Blecher, comenta que a sanção aqueceu o mercado.

O levantamento da Secov Rio aponta que nos primeiros seis meses, 10 mil e 400 imóveis foram lançados, contra pouco mais de 8 mil do ano passado. O recorde foi registrado em 2011, com 22 mil lançamentos.

Entre os bairros que mais se destacam no desenvolvimento do setor imobiliário dos últimos 40 anos estão a Barra da Tijuca, Jacarepaguá e Recreio dos Bandeirantes. O crescimento do lançamento do setor imobiliário gera empregos assim como as lojas. A Pernambucanas é um exemplo do aquecimento da ocupação dos brasileiros.

Depois de 20 anos fora do Rio, as lojas voltaram à cidade e devem impulsionar a economia. Na próxima semana, no dia 9, a loja será inaugurada no Center Shopping Rio, em Jacarepaguá. Com esse lançamento, já são seis lojas em todo o estado. A previsão da administração é de que pelo menos mais 5 lojas sejam abertas na região.

Ouça a reportagem completa.

 

FONTE: Band News