Construtoras investem em condomínios sustentáveis

  • Por Secovi Rio -


Certificações ambientais deixam taxa de condomínio até 20% mais em conta.

Rio – Incentivadas pelos certificados ambientais, documentos concedidos a empreendimentos ecologicamente corretos, a opção das incorporadores por construções sustentáveis aos poucos se torna tendência no mercado imobiliário. Isso porque os condomínios verdes, ou certificados, têm taxas condominiais com desconto de 20% em média.

Na tentativa de atrair cada vez mais clientes com preços mais em conta, as construtoras têm investido nas práticas que possam garantir os selos ambientais Leed, Aqua e DGNB, que chancelam os empreendimentos que consumiram menos matéria-prima na construção. As certificações apontam ainda os condomínios que contribuem para a redução do consumo de água e energia.

Entre as medidas mais aplicadas pelas empresas estão a instalação de sistema de controle de fluxo de água em torneiras, pias e sanitários, além da captação de água da chuva para reutilização. No quesito energia, para atingir padrões consideráveis da economia, as incorporadoras costumam instalar equipamentos de automação, sensores e válvulas que reduzem consumo.

Geraldo Victor, gerente geral de Gestão Condominial da administradora Apsa, explica que a adaptação de um edifício às normas ambientais é um investimento de longo prazo. “Os condôminos dos empreendimentos verdes economizam especialmente nas contas de água e luz. O imóvel ainda é bem valorizado em caso de revenda”, acrescenta.

O vice-presidente do Sindicato da Habitação do Rio (Secovi-Rio), Leonardo Schneider, explica que ainda há muito espaço para os imóveis evoluírem. “Você nota esse crescimento mais em prédios novos e, principalmente, corporativos. Porém, com a crise, creio que as incorporadoras não estão dando a importância que o tema necessita”, opina.

Mercado aposta em residenciais com hortas 

Outras formas de incentivo ao verde têm surgido nos empreendimentos, como maior investimento em áreas verdes e até a criação de hortas. O residencial Cenário da Montanha, que está sendo construído em Itaipava, na Região Serrana, terá espaço para cultivo. “Dentro da proposta de sustentabilidade, o empreendimento terá uma grande horta para incentivar os moradores a plantar”, afirma Clara Navarro, gerente de Marketing da Rio Oito.

Outro exemplo de incorporadora que tem investido em certificações ambientais é a construtora Even. “A obtenção dos selos ambientais concretiza a posição que defendemos há anos em prol dos condomínios sustentáveis. Na ponta final, queremos trazer um maior bem estar para o proprietário, que ainda economiza em alguns custos”, explica Bruno Ghiggino, diretor da Even do Rio.

FONTE: O Dia