Compra de imóveis na Black Friday requer atenção especial

  • Por Secovi Rio -


De roupas a eletrodomésticos, passando por produtos eletrônicos, móveis e brinquedos, o dia dedicado às promoções do ‘Black Friday’, nesta sexta-feira (23/11), deve movimentar o comércio de todo o país. E entre as opções que aderem às ofertas, estão os portais de classificados imobiliários, construtoras e incorporadoras, que devem oferecer redução de preços para comprar e alugar imóveis.

As opções desses ‘produtos’, no entanto, devem ganhar atenção especial do consumidor na hora de fechar o negócio que não se limita, apenas, a uma simples ‘compra e venda’. Entre outras coisas, questionamentos sobre custos extras além do valor do imóvel, são algumas observações que devem deixar atento o comprador/locador.

Especialistas do setor imobiliário sugerem cautela e alertam que um dos primeiros pontos que devem ser verificados, é se o imóvel ofertado, de fato, está com o desconto anunciado. Uma regra, aliás, útil para todos os produtos e lojas que participam da Black Friday.

Para o advogado Arthur Ongaro, do escritório Corrêa, Ongaro, Sano Advogados Associados, uma das orientações é observar o cálculo do valor do metro quadrado do imóvel, que deve ser feito utilizando o preço total dividido pela sua área privativa. Dessa forma fica mais fácil comparar o preço do metro quadrado em um determinado bairro, por exemplo, independentemente da configuração do imóvel procurado, sendo avaliado se realmente há um desconto sendo aplicado. Consultar imobiliárias da região e verificar por quanto um imóvel com uma configuração parecida com a qual está procurando foi vendido.

Outro ponto importante é fica a par dos custos que envolvem a compra de um imóvel, a exemplo de certidões, taxas de registro, escritura do imóvel e o Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) – valores que são pagos pelo comprador. E para quem pretende financiar o imóvel, o contrato deve ser analisado com cuidado e todas as cláusulas da transação devem estar claras para o comprador.

Veja algumas dicas para uma boa compra imobiliária na Black Friday

Pesquisa na Internet: pesquisar os preços que as construtoras praticavam antes da Black Friday, utilizando a internet como ferramenta, é uma opção sugerida. É possível encontrar anúncios de imobiliárias ou corretores de meses antes do dia de ofertas, para fugir das falsas promoções;

Cautela: não se empolgar com a primeira oferta e comparar as condições, o tipo de produto e analise o custo-benefício, é recomendado;

Analisar o orçamento: avaliar o orçamento de forma conservadora e lembrar que a prestação não pode comprometer mais de 30% da renda familiar caso a opção seja financiar o imóvel, deve ser observado pelo comprador;

Financiamento como opção: apesar de muita gente estar preocupada com os juros do financiamento, ele ainda pode ser uma forma importante de viabilizar uma boa compra. Com a portabilidade do crédito imobiliário é possível trocar de banco no futuro quando as taxas caírem.

Outros custos: Perguntar aos incorporadores o valor estimado do condomínio, mesmo que o prédio ainda esteja em obra, para poder calcular seus gastos. Uma boa infraestrutura de lazer representa mais custos.

Documentação: juntar toda a documentação referente à negociação do imóvel, que deve compor um dossiê sobre o processo de compra e venda do imóvel.

Fonte: Folha de Pernambuco Online (Finanças Pessoais)