Rio registra 48,9% de aumento nas vendas residenciais entre janeiro e outubro de 2021

  • Por Secovi Rio -


Dados apurados pelo Centro de Pesquisa e Análise da Informação do Secovi Rio (Cepai) apontam que, no mês de outubro de 2021, houve aumento de 8,6% no número de negociações de imóveis residenciais na cidade do Rio de Janeiro, na comparação com o mesmo período de 2020. Já na análise do período total (janeiro a outubro), o ano de 2021 apresentou 48,9% a mais nas vendas em relação ao mesmo período de 2020, sendo o maior resultado nos últimos 8 anos.

Os bairros mais procurados para este tipo de negociação foram Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes e Jacarepaguá.

Imóveis comerciais

Em relação aos imóveis comerciais vendidos entre janeiro e outubro de 2021, o Rio teve 44,3% mais negociações que 2020, sendo o maior resultado dos últimos quatro anos. Analisando apenas o mês de outubro de 2021, houve queda de 10% nas vendas  comerciais, na comparação com 2020.

Barra da Tijuca, Centro e Recreio dos Bandeirantes foram as regiões com mais procura para espaços comerciais, respectivamente.

“O bairro do Centro, nos 2 últimos meses, foi o local com mais vendas comerciais, mas em outubro de 2021 perdeu a liderança para a Barra da Tijuca, que vem se destacando há um tempo no cenário imobiliário carioca”, explica Maurício Eiras, coordenador do Centro de Pesquisas e Análise da Informação do Secovi Rio (Cepai).

As informações foram apuradas com a Prefeitura do Rio, de acordo com as guias de ITBI (Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis) pagas no município.

Veja o relatório completo aqui.

Confira a matéria divulgada na coluna do Ancelmo Gois, no jornal O Globo.