Zona Oeste em alta

  • Por Secovi Rio -


O setor imobiliário já se movimenta para o ano que vem. A perspectiva dos empreendimentos do ‘Minha Casa Minha Vida’ é investir na Zona Oeste do Rio. Só na região, a expectativa é de construção de mais de 3 mil unidades em 2019. Destaque para imóveis em Campo Grande, Cosmos, Paciência e Santa Cruz, com preços a partir de R$ 130 mil, para pessoas com renda a partir de R$ 1,5 mil.

Esses projetos já estão com Registro de Imóveis e licença de obra, aguardando apenas a assinatura com a Caixa Econômica. “Isso deveria acontecer ainda este ano, mas ficou para 2019 porque a verba acabou”, explica André Barros, diretor da Morar Mais Imobiliária. Jacarepaguá também deve receber empreendimentos. “Lá, a demanda é muito grande e existem poucos empreendimentos. Como a região é extensa, tem um público que quer sair do aluguel. Além disso, há uma migração de pessoas que moram em Madureira, Cascadura e Realengo que vão para Jacarepaguá para fugir do aluguel”, conta Barros.

A empresa DC4, que terá imóveis de dois quartos com suíte e van exclusiva, irá construir empreendimento em Campo Grande. A Novolar também vai apostar em empreendimentos do programa habitacional do governo federal. “A expectativa é positiva com a progressão de empreendimentos com desenvolvimento sustentável”, prevê Marcos Alexandre, diretor regional da construtora no Rio.

Roberto Lira, consultor técnico do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Rio (Sinduscon-Rio), prevê uma expansão de iniciativas envolvendo o programa habitacional na construção civil no próximo ano. “Principalmente no primeiro semestre, as unidades do programa vão estar em alta”, projeta.

Fonte: Meia Hora, Imóveis, 8/12/2018