Segurança é debatida em evento para síndicos

  • Por Secovi Rio -


Combater a falta de segurança com prevenção pode ser a melhor arma. Com essa ideia o vice-presidente Administrativo e Financeiro do Secovi Rio, Ronaldo Coelho Netto, realizou palestra no Encontro de Síndicos da Associação de Moradores e Amigos de Laranjeiras (AMAL), que aconteceu nesta semana, dias 30 e 31 de julho, na Casas Casadas, em Laranjeiras. Ele citou o Luz Azul como um bom exemplo de projeto que pode colaborar com a redução dos índices de criminalidade no Rio.

“O objetivo é criar um corredor de condomínios que tenham esse sistema de controle para inibir que os delitos aconteçam”, afirmou, lembrando que alguns dos principais edifícios comerciais do Centro já aderiram: o Linneo de Paula Machado, na Avenida Almirante Barroso, o Avenida Central, na Avenida Rio Branco, e o De Paoli, na Nilo Peçanha.

Netto lembrou que o Luz Azul, parceria com a empresa de tecnologia Venses, consiste na instalação de câmeras de vigilância ultramodernas identificadas com uma luz azul. As imagens em alta definição ficarão armazenadas na nuvem e compartilhadas, em tempo real, com as autoridades da área de segurança pública.

O representante do Secovi Rio integrou a mesa “Segurança em Condomínio e Tecnologia” juntamente com o Tenente Coronel Carlos Henrique, Comandante do 2º. BPM, Carlos Eduardo Chazan, Consultor de Segurança da Estasa, e Marcus Vinicius Seixas, Presidente AMAL. O painel visava apresentar dados sobre a criminalidade na cidade e também expor soluções para a melhoria da segurança nos condomínios.

Quer saber mais sobre o Luz Azul? Veja aqui como tornar o seu condomínio um local mais seguro!

 Outros assuntos

No segundo dia de evento, a advogada do Secovi Rio Corina Costa fez parte da mesa “Airbnb e o aluguel por temporada e o Impacto na Relação Condominial” junto com Anna Carolina Chazan, da Estasa, Paulo Heitor Guglielmo, diretor social da Abadi, e Ronaldo Câmara, da Sanches e Lamosa Advogados. Usando como base os números do departamento de estatística do Secovi Rio, Gugliemo discorreu sobre a utilização de plataformas como o Airbnb e as particularidades da locação por temporada, apontando as reclamações mais pertinentes dos condôminos a respeito da utilização dos espaços comuns do condomínio pelos locatários temporários.

Corina Costa defendeu a necessidade da criação de regras que regulamentem essa atividade visando o bem comum. “A questão toda é harmonizar os interesses. O problema maior é que quem loca um apartamento pelo Airbnb tem o espírito de férias e acaba não honrando com os deveres do condomínio, enquanto todos os outros moradores estão vivendo seu cotidiano normalmente”, disse a advogada.

Quem também falou sobre o Secovi Rio foi o Deputado Estadual Carlos Minc durante a mesa “Cultura como Agente de Integração Comunitária e o Meio Ambiente como Direito do Cidadão”. O Encontro de Síndicos teve o objetivo de apresentar as novidades do mercado condominial aos profissionais do ramo, além de promover a união dos moradores e amigos da região, proporcionando maior integração com a cidade. O evento contou com o apoio da Estasa, Lanoz Eventos e RioFilme.

Veja aqui a galeria de fotos.