Secovi Rio recomenda: fique em casa!

  • Por Secovi Rio -


Seguindo as orientações das autoridades públicas quanto à necessidade da diminuição da circulação e aglomeração de pessoas, o Secovi Rio apresenta algumas recomendações a serem observadas no dia a dia dos condomínios.

Essas recomendações se baseiam também nas orientações que estão sendo implementadas na Espanha, onde a propagação do vírus está em fase bem mais avançada, e que nos foram enviadas pelo Conselho Geral de Administradores de Imóveis da Espanha, entidade com a qual o Secovi Rio mantém estreito laço de relacionamento, na troca de experiências no campo da administração de condomínios.

1. Assim como nos demais locais públicos, na circulação pelas partes comuns dos condomínios, mantenha uma distância de segurança entre as pessoas (mínimo de 1 metro).

2. Utilize o elevador somente quando imprescindível. O uso das escadas, além de ajudar a manter a forma física, evita a proximidade em ambientes fechados. Ao utilizar o elevador, o faça com, no máximo, mais 1 usuário e aperte o botão de destino com o dedo protegido.

3. Evite o uso das partes comuns, tais como jardins, parques infantis, playgrounds, quadras esportivas, piscinas, saunas, salões de festas etc. (Na Espanha dado a fase avançada do vírus está proibida a utilização dessas partes)

4. Avalie a possibilidade de adiamento das assembleias gerais, a fim de evitar a aglomeração de pessoas, notadamente em ambientes fechados.

5. Na entrega de encomendas em domicilio (comidas, remédio etc), ao manipular notas e moedas, lave as mãos antes e depois do pagamento de forma imediata. Ainda assim, criar ações que inibam a circulação demasiada desses entregadores nas áreas comuns do condomínio.

6. O melhor antisséptico é a água com sabão, recomendável no ambiente doméstico.

7. Na rua, utilize o álcool gel.

8. Quanto à limpeza das partes comuns, reforçar a higienização dos botões do elevador, corrimãos das escadas, maçanetas etc.

9. Os empregados encarregados da limpeza devem utilizar equipamento de proteção individual e, sempre que possível, proceder a lavagem das mãos. Lembre-se que o momento é de evitar a intensificação da propagação do vírus, de forma a garantir um melhor atendimento hospitalar àqueles que necessitarem.

*CASO PREFIRA, VOCÊ PODE FAZER O DOWNLOAD DO PDF E IMPRIMIR AS RECOMENDAÇÕES DO SECOVI RIO.