Secovi Rio apresenta pesquisa sobre mercado imobiliário de Cabo Frio

  • Por Secovi Rio -


De janeiro de 2015 a maio de 2018, o preço médio do metro quadrado de venda dos apartamentos em Cabo Frio aumentou cerca de 10%, passando de R$ 5.518 para R$ 5.905. A evolução dos preços surpreende, especialmente num período em que os preços de imóveis tendem a cair em todo o País. No Rio, os valores caíram 6% no mesmo período. Os dados foram apresentados por Maurício Eiras, coordenador estatístico do Secovi Rio, durante o evento de apresentação da pesquisa Cenário do Mercado Imobiliário de Cabo Frio 2018, nesta quarta-feira (13/6), em Cabo Frio, que contou com o patrocínio do Bradesco e da Alterdata Tecnologia em Informática.

Para analistas do mercado imobiliário, o aumento dos preços na Região dos Lagos tem sido motivado pela grande procura e pelos valores mais acessíveis que em outras regiões do Estado. “Nós acreditamos que este cenário é o reflexo de uma realidade em que os moradores dos grandes centros urbanos estão fugindo de problemas como violência, poluição e engarrafamentos, para obter mais tranquilidade em cidades mais pacatas e baratas como Cabo Frio, Saquarema ou Arraial do Cabo”, disse João Augusto Pessoa, vice-presidente de Marketing do Secovi Rio.

O dirigente ponderou, entretanto, que no último ano se registrou variação negativa nos preços de venda de apartamentos em Cabo Frio. “Não podemos deixar de dizer que apesar dos índices positivos em alguns locais, os preços vêm caindo bastante em grande parte do estado do Rio por conta da dificuldade em vender e alugar gerada pela crise, pelo desemprego e pela redução no crédito”.

Wagner Lucas, da Consultoria Imobiliária Empresarial, explicou aos presentes a dinâmica do mercado imobiliário local, citando dados importantes.  Ele ratificou que o fenômeno tem origem na crise em âmbito nacional, estadual e municipal. Além disso, o clima político instável atrapalha e cria uma “bola de neve negativa” para o mercado imobiliário. Andreza Costa e Adriana Becker, do Bradesco, e Daniela Gasoni, da Alterdada, apresentaram produtos para condomínios.