Estudo aponta alta nas vendas de imóveis no País

  • Por Secovi Rio -


As vendas e lançamentos de imóveis cresceram em abril no País. O aumento abrange especialmente aqueles projetos dentro do setor de médio e alto padrão, que vinham mostrando uma recuperação vagarosa, de acordo com estudo da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) feita em parceria com a Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc).

As vendas líquidas (já descontados os distratos) de imóveis novos no mês de abril totalizaram 6.345 unidades, uma alta de 41,4% em relação ao ano passado. Nos primeiros quatro meses do ano, as vendas líquidas foram de 25.514 unidades, expansão de 37,1%.

O crescimento no mês foi puxado tanto pelo segmento de imóveis de médio e alto padrão (avanço de 43,7%, para 1.902 unidades) quanto pelo segmento popular, enquadrado no Minha Casa Minha Vida (alta de 31,2%, para 4.526 unidades).

Em relação aos lançamentos, foram totalizadas 3.814 novas unidades, uma alta de 22,8% na comparação anual. Nos primeiros quatro meses do ano, lançou-se 18.493 imóveis, aumento de 19,4%. O crescimento de abril foi puxado pela recuperação dos projetos de médio e alto padrão (alta de 140%, para 1.896 unidades). Os empreendimentos do Minha Casa Minha Vida tiveram encolhimento (queda de 17,2%, para 1.918 unidades).

A pesquisa mostrou também que os distratos em abril tiveram queda de 13,8% na comparação anual. No primeiro quadrimestre, a baixa foi de 17,5%.

No fim de abril, o mercado imobiliário contava com 104.587 unidades novas disponíveis para venda, montante 11,9% menor do que o registrado um ano antes. No ritmo atual de vendas, seriam necessários 14,2 meses para liquidar esse estoque.

Os dados da pesquisa abrangem imóveis novos (na planta, em obras e recém-construídos) dos segmentos residencial, comercial e loteamentos, desenvolvidos pelas 20 empresas associadas à Abrainc.

 

(Fonte: O Estado de S. Paulo)