Newsletter

Se você tem dúvidas sobre temas como jornada de trabalho, hora extra e rescisão, dentro do universo condominial, não deixe de participar da palestra gratuita “Questões trabalhistas no condomínio”, que a Regional Serra Norte do Secovi Rio realiza nesta quinta-feira, 19 de outubro, de 18h30 às 21h, no auditório da Associação Comercial Industrial e Agrícola de Nova Friburgo (Av. Alberto Braune, 111 - Centro). 

A palestrante será a advogada Ana Cristina Rielo, do Departamento Jurídico do Secovi Rio, é também facilitadora da UniSecovi Rio, pós-graduada em Direito e Processo do Trabalho pela Escola Superior de Advocacia, e possui MBA em Business Law (Direito Empresarial) pela Fundação Getúlio Vargas.

A organização pede que os inscritos contribuam apenas com o “ingresso social” de 2kg de alimentos não-perecíveis a serem doados para Casa dos Pobres de São Vicente de Paula. 

Participe e leve suas perguntas! Para mais informações e inscrições, veja aqui.



Você sabia que, atualmente, o setor de edificações consome mais energia elétrica do que a indústria? Pois é, os dados do Balanço Energético Nacional de 2017 apontam que o setor de edificações representa 51% do consumo total de eletricidade no país, enquanto o setor industrial representa 38%.

Mas, como isso é possível?

Por conta da crise econômica, a indústria brasileira teve uma redução das atividades produtivas, registrando uma queda de 4,7% em relação ao ano passado. Além disso, embora as edificações possuam menor intensidade de uso energético por área, elas estão em maior escala numérica.

É importante notar também que o consumo de eletricidade em edificações no país aumentou em 52% nos últimos 10 anos. Os edifícios estão maiores e mais complexos, com mais tecnologias e equipamentos elétricos. Além disso, a demanda por conforto também aumentou, o que resultou no aumento da utilização do ar-condicionado.

Com tanta demanda por eletricidade e em meio à crise hídrica, vemos, a cada ano, o aumento da tarifa de energia, que resulta em contas de luz mais caras para os consumidores.

E agora, o que é possível fazer para economizar energia?

Veja no blog Condomínios Verdes, do Secovi Rio, algumas medidas para ajudar.



ATUALIZAÇÃO: A pedido da organização, este evento foi adiado. Assim que uma nova data for agendada, informaremos em nossos canais.

A TV Globo promove, no dia 19 de outubro (quinta-feira), a oficina Noções Básicas de TV Digital. O encontro, que é gratuito, visa difundir informações sobre o processo de conversão do sinal analógico e é realizado com o apoio institucional do Secovi Rio.

A oficina acontece a partir das 8h30 na TV Globo (Rua Bartolomeu Mitre, 770, Leblon, sala multiuso). Para reservar uma vaga, os interessados deverão se inscrever pelo e-mail pramoz@hotmail.com.

Noções Básicas de TV Digital
Data: 19 de outubro (quinta-feira)
Horário: 8h30
Local: Rua Bartolomeu Mitre, 770, Leblon

Inscrições: pramoz@hotmail.com Pagamento de boleto vencido abaixo de R$ 2 mil em qualquer banco é adiado para 2018



Conforme esclarece o Secovi Rio por meio de seu Departamento Jurídico, existe uma hierarquia entre as normas em que a norma de hierarquia inferior não pode modificar o disposto na superior. Na hierarquia das leis, nos casos de dispositivos que regulam a vida em condomínio, temos a Constituição Federal no topo, seguida pelo Código Civil, pela Convenção e, por último, pelo Regulamento Interno do condomínio.

A Convenção, por definição, regulamenta a administração e as relações entre os condôminos; já o Regimento Interno normatiza a conduta que moradores e visitantes devem ter em relação ao uso das áreas comuns (piscina, salão de festas, entre outros), podendo o Regimento estar inserido ou não na Convenção.

Assim, a Convenção é a norma maior existente num condomínio, não sendo possível que suas cláusulas sejam modificadas pelo Regimento.



Tomadores de empréstimo imobiliário pela Caixa Econômica Federal têm enfrentado atrasos na conclusão do financiamento, mesmo com a carta de crédito em mãos. O Banco Central registrou 248 queixas sobre a Caixa no primeiro semestre do ano relativas a demora na liberação do financiamento, alta de 9% ante os seis meses anteriores e de 2,5% sobre igual período de 2016. "Hoje, um financiamento na Caixa pode levar até 90 dias. Em outros bancos, a média é 30", diz Fernando Freitas Carvalho, diretor da assessoria Crednow.

O paulistano Vinicius Teixeira, 29, deu entrada no financiamento no início de setembro. "Já assinamos a carta de crédito, mas sem o contrato não pego as chaves, e os valores na construtora são corrigidos mensalmente", diz.

Ele registrou uma reclamação no SAC do banco, e a resCom recursos da Caixa (poupança) posta oficial foi que "a assinatura do seu contrato ainda não foi possível por falta de dotação orçamentária".

Fonte: Folha De S.Paulo, Anais Fernandes



Revista Secovi Rio

Edição 108

Edição 108

Enquete

O que você acha de ter um grupo do condomínio no Whatsapp?




×

Envie por email

Carregando...

×
×

Resultados da enquete

Carregando...